Movimentos sociais comemoram suspensão da licença de Belo Monte, em Altamira

09/04/2017
Movimentos sociais comemoram a suspensão da licença de funcionamento da usina hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira, no sudoeste do Pará. A decisão aconteceu na última quinta-feira (6), quando a Corte do Tribunal Regional Federal (TRF) acolheu o recurso do Ministério Público Federal (MPF), que pediu a suspensão de funcionamento da usina até que a empresa responsável, a Norte Energia, concluísse a construção do sistema de saneamento do município.

O sistema de saneamento, uma das obras consideradas mais importantes das condicionantes de Belo Monte, deveria estar em pleno funcionamento há quase três anos. Mas o esgoto de Altamira continua sendo coletado por caminhões limpa fossa, e as ligações das casas à rede ainda não foram concluídas. Por causa disso, o TRF suspendeu a licença de operação da Usina de Belo Monte até que o sistema de saneamento funcione plenamente.

"A população precisa dessa rede de saneamento funcionando, e que isso não vem acontecendo. É uma vitória dos atingidos por barragens, e a gente espera que na verdade seja cumprindo essas condicionantes" afirmou Edzangela Barros, coordenadora do Movimento Atingidos por Barragens.

G1 | PA | Rede Liberal

Leia a notícia completa aqui.

 

Veja o clipping completo