Amazônia na Mídia
  • 11/07/2015
    O Globo

    Um relatório divulgado esta semana pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN, na sigla em inglês) alerta que um em cada seis patrimônios naturais da Humanidade tombados pela Unesco têm a existência ameaçada pelas mudanças climáticas. A lista inclui 228 ecossistemas, distribuídos em 96 países.

  • 10/07/2015
    O Estado de S. Paulo | Por Washington Novaes

    "Ainda há poucas semanas o Brasil prometeu (Estado, 1º/7), em declaração conjunta com os Estados Unidos, restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares de florestas e acabar com o desmatamento ilegal "até 2030"; da mesma forma, comprometeu-se a aumentar em 20% as fontes internas de energias renováveis, até 2030 - meta que o professor José Goldemberg achou "pouco ambiciosa".

  • 10/07/2015
    O Globo

    A madeireira Jari Florestal S.A.

  • 10/07/2015
    G1

    Produzir energia de forma distinta, otimizar o consumo nos transportes e na construção, reduzir o desmatamento e transformar a agricultura: para limitar o impacto das mudanças climáticas, os cientistas pediram nesta sexta-feira medidas urgentes e de importância.

  • 09/07/2015
    Diário de Cuiabá (MT)

    Foram encontrados 2,09 mil hectares de desmatamento ilegal e queimada não autorizada durante a Operação Feliz Natal, realizada entre os dias 24 de junho e 3 de julho, nos municípios de Nova Ubiratã, Sorriso, Nova Mutum e Feliz Natal. Das 20 propriedades fiscalizadas, 12 foram autuadas. A totalização das multas chega a R$ 2,7 milhões.

  • 06/07/2015
    O Tempo (MG)

    O Brasil fez, na semana passada, um compromisso internacional no sentido de alcançar o desmatamento zero até 2030. A decisão foi tomada para dar força ao comunicado conjunto firmado pela presidente Dilma Rousseff e o presidente Barack Obama, nos Estados Unidos. A meta anterior era redizir o desmatamento em 80%  até 2020. 

  • 06/07/2015
    Folha de S. Paulo | Por Carlos Rittl e André Ferretti

    "Para o Brasil, um esforço compatível com sua responsabilidade e sua capacidade seria chegar a 2030 emitindo no máximo 1 bilhão de toneladas de CO2 por ano. Em 26 de junho, o Observatório do Clima apresentou uma receita de como fazer isso: será preciso zerar o desmatamento --não só o ilegal, como prometeu a presidente--, limitar as emissões por uso de energia a cerca de 617 milhões de tone

  • 06/07/2015
    O Estado do Maranhão (MA) | Por João Guilherme Sabino Ometto

    "O Brasil está se preparando para a COP21, devendo apresentar, até outubro, as suas contribuições. Um de nossos desafios é diminuir as perdas florestais. Para isso, uma alternativa é buscar financiamento para projetos de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REED plus). Esse mecanismo permite a remuneração dos que preservam as matas.

  • 05/07/2015
    O Estado de S. Paulo

    Para ativistas e pesquisadores, compromissos climáticos anunciados por Dilma nos Estados Unidos não têm novidade e se limitam à lei.

    Os compromissos relacionados às mudanças climáticas anunciados pela presidente Dilma Rousseff em sua visita aos Estados Unidos, encerrada na quinta-feira, são considerados "mais do mesmo" por especialistas e ambientalistas ouvidos pelo Estado.

  • 05/07/2015
    O Estado de S. Paulo

    Dentro do Palácio do Planalto, auxiliares da presidente Dilma Rousseff avaliam que a passagem pelos Estados Unidos serviu não apenas para normalizar a relação com Washington como para o lançamento de uma agenda ambiental ambiciosa, ancorada em metas factíveis e realistas.