Amazônia na Mídia
  • 20/07/2015
    Meio Norte (PI)

    A campanha está sendo organizada pelo Greenpeace, ONG que atua pela preservação do meio ambiente. A ideia é que a população vá às ruas nessa data para mostrar a importância da conservação das florestas brasileiras. Durante o evento vão ser coletadas assinaturas em apoio ao projeto de lei de iniciativa popular que pede o fim do desmatamento no Brasil.

  • 20/07/2015
    Diário de Pernambuco (PE)

    A partir de outubro, o Brasil vai ganhar um novo "olho", muito mais potente do que o existente hoje, para vigiar o desmatamento da Amazônia. O governo vai contratar um radar orbital que produzirá, diariamente, imagens da região. Os dados poderão servir também para o combate a outros atos ilícitos, como o garimpo ilegal, o tráfico e a ação de grileiros.

  • 20/07/2015
    Portal Amazônia

    Governo e políticos de Roraima pressionam para que as Áreas de Preservação Ambiental (APA) sejam consideradas áreas protegidas de domínio público, ou seja, aquelas que pertencem ou são regulamentadas pelo governo. Essa interpretação reduziria a área de vegetação nativa que por lei deve ser recuperada para que as propriedades rurais se enquadrem no novo Código Florestal.

  • 19/07/2015
    O Estado de S. Paulo

    O Fundo da Amazônia, de onde sairá a maior parte dos recursos para bancar o Amazônia SAR, é formado por doações de países estrangeiros, como Noruega e Alemanha, e de empresas, como a Petrobrás. Os recursos são administrados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e, para esse projeto, serão aportados a fundo perdido, ou seja, o governo brasileiro não terá de devol

  • 19/07/2015
    Gazeta do Povo (PR)

    A COP 21, conferência da ONU sobre clima que será realizada entre 30 de novembro e 11 de dezembro em Paris, é a melhor chance em duas décadas de se estabelecerem metas para as emissões globais de gases do efeito estufa. Os países que fazem parte do acordo terão de enviar suas propostas até o começo de outubro.

  • 19/07/2015
    O Estado de S. Paulo

    O radar a ser contratado pelo Brasil vigiará uma área que deverá cobrir todo o País e parte do mar territorial. As informações serão enviadas ao Centro Gestor e Operacional do Sistema de Vigilância da Amazônia (Censipam) e compartilhadas com os diversos órgãos do governo.

  • 19/07/2015
    O Estado de S. Paulo

    A partir de outubro, o País vai ganhar um novo "olho", muito mais potente do que o existente hoje, para vigiar o desmatamento da Amazônia. O governo vai contratar um radar orbital que produzirá, diariamente, imagens da região. Os dados poderão servir também para o combate a outros atos ilícitos, como o garimpo ilegal, o tráfico e a ação de grileiros.

  • 19/07/2015
    G1

    Dados divulgados ao G1 pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), nesta sexta-feira (17), mostraram que, entre os anos 2013 e 2014, o Acre foi o estado com a maior taxa de desmatamento da Amazônia Legal. Os números são baseados no monitoramento feito pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

  • 18/07/2015
    G1

    Mato Grosso lidera o ranking de desmatamento acumulado nos onze primeiros meses do calendário atual de desmatamento na Amazônia Legal do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), no período de agosto de 2014 a junho de 2015.

  • 17/07/2015
    G1

    O Brasil passará a adotar drones para monitorar atividades ilegais nas matas da Amazônia e do Cerrado, como o desmatamento e queimadas. A ideia é do projeto Ecodrones, que será lançado nesta sexta-feira (17) e é uma iniciativa do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, o ICMBio,  ligado ao Ministério do Meio Ambiente, e da organização WWF-Brasil.