Amazônia na Mídia
  • 05/09/2017
    O Globo - Online

    A entrega dos recursos naturais do País a grupos econômicos nacionais e estrangeiros   virou o objetivo central do governo Michel Temer. Um dos casos emblemáticos é a extinção da Reserva Nacional do Cobre e Associados (RENCA), entre o Pará e o Amapá.

  • 01/09/2017
    O Globo

    Um homem e um país podem cometer suicídio? Podem. No mesmo dia do suicídio de Vargas, 24 de agosto, o Diário Oficial da União publicou decreto do Executivo extinguindo, na Amazônia, a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), criada em 1984 pelo presidente Figueiredo. A área de 47 mil quilômetros quadrados tem o tamanho do Espírito Santo ou mais de duas vezes o tamanho de Israel.

  • 01/09/2017
    Terra

    A decisão do governo brasileiro neste mês de extinguir a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), abrindo uma área na Amazônia do tamanho do território da Dinamarca para exploração mineral, recebeu críticas acirradas não só de ambientalistas, mas também repercutiu fortemente na mídia internacional antes de ser suspensa pela Justiça Federal.

  • 01/09/2017
    O Estado de S. Paulo

    A extinção da Renca (Reserva Nacional de Cobre e seus Associados) por parte do governo Temer causou polêmica e revolta entre ambientalistas brasileiros e internacionais. A área é de 46.450 km² –tamanho equivalente ao do Espírito Santo–, na divisa entre Pará e Amapá. São sete unidades de conservação e duas terras indígenas. A região possui reservas minerais de ouro, ferro e cobre.

  • 01/09/2017
    Folha de S. Paulo

    Um projeto de lei do deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT) quer proibir a destruição de equipamentos e veículos apreendidos durante fiscalização ambiental. Para o Ibama, a proposta beneficia o crime organizado ao anular a principal arma contra madeireiros e garimpeiros em áreas protegidas da Amazônia.

  • 31/08/2017
    Diário do Amapá (AP)

    Menos de uma semana após decretar a extinção da Reserva Natural do Cobre e Associados (Renca) na Amazônia, entre o Amapá e o Pará, o governo sentiu a repercussão negativa da decisão e recuou, com anúncio de novo decreto tendo o  propósito de definir regras mais claras para a mineração na antiga reserva.

  • 31/08/2017
    O Globo

    Em apenas três dias, mais de meio milhão de pessoas assinaram uma petição da organização Avaaz em defesa da Amazônia. Até 11 horas da manhã desta terça-feira, o documento tinha recebido 584.898 nomes.

  • 31/08/2017
    Revista Carta Capital

    Diante da repercussão negativa causada pelo decreto que extinguiu a Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca), localizada entre o Pará e o Amapá, na Amazônia, o governo Michel Temer revogou o texto e editou um novo decreto na noite desta segunda-feira 28, em edição extra do Diário Oficial da União.

  • 31/08/2017
    Valor Econômico

    A Lei Geral do Licenciamento pode ser aprovada em poucos dias, no Congresso, a partir de um acordo político entre o Ministério do Meio Ambiente, o agronegócio, a indústria e, dentro do governo, a Casa Civil, que representa os interesses dos ministérios dos Transportes e da Energia.

  • 30/08/2017
    UOL

    A Justiça Federal do Distrito Federal suspendeu o decreto, do presidente Michel Temer, que extingue a Renca (Reserva Nacional de Cobre e Associados), área nos Estados do Pará e Amapá. O juiz Rolando Valcir Spanholo aceitou parcialmente uma ação popular contra o fim da reserva nacional para exploração mineral. O governo federal vai recorrer.