Amazônia na Mídia
  • 23/05/2017
    Canal Rural

    Cinco anos após a implementação do Código Florestal, a regularização de áreas desmatadas ainda não começou e os benefícios concedidos a quem está de acordo com a lei também não podem ser acessados.

  • 22/05/2017
    Folha Online

    A gente aqui achando que o grampo do Joesley com Temer é a coisa mais importante do mundo, e enquanto isso o planeta vai se acabando. Eis aqui três notícias que eu preferiria não ter lido, porque são preocupantes, e não nojentas:

  • 22/05/2017
    A Gazeta (ES)

    A ciência mostra que não temos tempo a perder e reivindica ações de impacto em relação às mudanças climáticas. Recentemente, a Marcha pela Ciência, originada em Washington, ganhou o mundo com este propósito, em clara resposta às posturas adotadas por Donald Trump.

  • 22/05/2017
    Valor Econômico

    Desde o Acordo de Paris, a urgência em combater as mudanças climáticas desencadeou uma corrida global para reduzir a emissão de gases de efeito estufa (GEE). Setores intensivamente emissores - como industrial, energético, agrícola e de transportes - têm o desafio de descarbonizar sua produção.

  • 21/05/2017
    Folha Online

    Haverá algo de coincidência no fato de a Câmara dos Deputados ter aprovado o encolhimento de reservas ambientais na Amazônia apenas algumas horas antes de gravações do dono de uma multinacional da carne (JBS), Joesley Batista, sacudirem Brasília.

  • 21/05/2017
    O Globo

    Uma pesquisa divulgada recentemente pela revista “Science Advances” negou a desaceleração no aquecimento global, alardeada por cientistas que negam a existência das mudanças climáticas.

  • 21/05/2017
    Jornal do Commercio (PE)

    Plantas estão crescendo na Antártica como nunca antes na Modernidade, estimuladas pelo aquecimento global que está derretendo o gelo e transformando paisagem branca em verde, anunciaram cientistas na semana passada.

  • 20/05/2017
    Revista IstoÉ

    Na calada da noite, o plenário da Câmara dos Deputados liberou a exploração de uma área de 5,9 mil quilômetros quadrados do Parque Nacional do Jamanxin, bem no coração da Amazônia, no Estado do Pará. Trata-se de um duro golpe à floresta, que já vem sendo devastada desde o início do governo Dilma Rousseff, após um período de queda no desflorestamento.

  • 20/05/2017
    UOL

    O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, divulgou neste sábado (20) uma carta enviada ao seu partido, o PV, na qual afirma que vai se manter fiel ao governo Temer porque considera ter obtido, em um ano, avanços significativos na área ambiental.

  • 20/05/2017
    O Globo - Online

    Em carta ao PV, partido ao qual é filiado, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, comunicou neste sábado que permanecerá no governo apesar do "contexto político conturbado". Ele mencionou riscos de retrocesso ambiental para continuar à frente do ministério, num momento em que o presidente Michel Temer enfrenta acusações de corrupção, obstrução de justiça e organização criminosa.